DONA DE LEITE REALIZA ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL REMOTO DE CRIANÇAS DURANTE PANDEMIA

Famílias dos territórios do Ribeiro de Abreu, Novo Aarão Reis e Paulo VI foram beneficiadas por leite e cestas básicas com apoio da Periferia Viva; projeto busca apadrinhamento de crianças para a compra de leite em pó

  • Data: 18 de junho de 2020
  • Categoria(s): Compartilhar para multiplicar

Mais de 100 crianças estão à espera de leite. É essa a situação da fila para ser auxiliado pela Associação Dona de Leite, localizada na região nordeste de Belo Horizonte. Alimento essencial para a nutrição humana, o leite é distribuído para 60 crianças, entre seis meses e sete anos, em condição de vulnerabilidade social nos bairros Novo Aarão Reis, Paulo VI e Ribeiro de Abreu. 

As crianças recebem mensalmente a quantidade de leite em pó adequada para o consumo durante o mês. Com o produto, é suprida a necessidade das crianças de consumirem os nutrientes vitaminas A, D e B12, ferro e cálcio. É distribuído o leite em pó por ter um período de validade ampliado. Além do acompanhamento nutricional, psicólogas e assistentes sociais atuam na Dona de Leite com o objetivo de ampliar o cuidado às famílias. 

Enquanto os filhos são assistidos pela questão nutricional, as mães, quase todas líderes de famílias, realizam cursos profissionalizantes (maquiagem, manicure, produção de sabonete líquido). Porém, os cursos estão suspensos por causa da necessidade de isolamento social e a arrecadação de leite diminui.

“São cursos para capacita-las enquanto geradoras de renda capazes de proverem outros alimentos necessários para a saúde das crianças, como frutas, verduras e carnes. Mas não podíamos abandoná-las neste momento. Continuamos a entrega mensal de leite, com o acompanhamento da saúde das crianças realizado remotamente”, explica Daniel Favarini, idealizador do projeto. 

Como nos conta Daniel, a perda financeira afetou os apoiadores, que cancelaram alguns apadrinhamentos das crianças – colaboração mensal que garante a compra de leite para o apadrinhado. Por isso, tem buscado outras formas de suprir as necessidades das crianças atendidas.

Rede de proteção

No acompanhamento, normalmente, são avaliados o peso e a altura das crianças. Conversas com as mães também fazem parte da avaliação, que busca auxiliar as famílias em questões como violência de gênero e garantia de direitos. Agora, o telefone é a principal ferramenta do acompanhamento remoto.

As ligações telefônicas ou por videochamadas alteraram a relação entre as famílias e a equipe do Dona de Leite. O afeto permanece, assim como a necessidade de auxílio para uma alimentação adequada – requisito fundamental para ganhar pontos na luta contra a Covid-19. Para manter essa rede de proteção, a Periferia Viva articulou doações de leite e de cestas básicas para o Dona de Leite. Mas ainda é pouco, diante de mais de 100 crianças que ainda esperam uma colaboração.

Colabore com a Dona de Leite

Entre em contato com a Associação pelas plataformas digitais para a doação de leite e outros itens essenciais para o enfrentamento da pandemia, como álcool gel, kits de higiene pessoal e máscaras. As doações podem ser buscadas em qualquer localização na capital mineira. Basta fazer contato com o Daniel – (31) 97507-6968.

Se você deseja apadrinhar uma criança, preencha esse formulário.

Contribuições financeiras podem ser feitas pela conta:
Associação Dona de Leite
CNPJ 10.897.990/0001-66
Banco Itaú
Agência 0937
Conta 42201-2

Facebook: @projetodonadeleite

Instagram: @donadeleite

Texto do voluntário Ives Teixeira Souza


Últimas do instagram

This endpoint has been retired